Skip to content

Transporte e Mobilidade

A demanda por meios de transporte nos grandes centros urbanos é crescente. A suposta deficiência dos meios de transporte públicos aliada a uma cultura de consumo e isolamento faz com que os carros tenham preferência na hora da escolha do transporte, resultando no incremento da sua fabricação e na sua crescente participação na matriz de transporte. O caso de São Paulo é, como descobrimos a cada dia, a melhor ilustração da insustentabilidade deste padrão.
O uso de automóveis está associado a uma série de impactos socioambientais: o consumo de combustíveis fósseis; a emissão de gases tóxicos que, além de afetar a saúde da população, contribuem com a aceleração das mudanças climáticas pela emissão de gases de efeito estufa; a extração de grandes quantidades de recursos necessários à sua produção dos automóveis e dos resíduos associados a essa produção; a competição entre o espaço para o carro e o espaço público do cidadão; etc.
A opção pelo carro decorre, na maioria das vezes, de um padrão comportamental materialista e consumista característico das sociedades modernas, estreitamente vinculado à degradação ambiental.
Em nossa cidade fica evidente o apreço pelo carro e os impactos derivados da utilização desse meio. Os recordes de congestionamento atingidos esse ano decorrem especialmente do excessivo número de carros nas ruas.
Com a intenção de amenizar o problema, a prefeitura da cidade de São Paulo lançou uma lista de ações que deveriam aumentar a fluidez do trânsito. Entretanto, tais ações apresentam caráter pontual e não resolvem o problema do trânsito na cidade na medida em que nem melhoram significativamente a oferta de transportes públicos baratos e de qualidade, nem desestimulam o uso do carro. Assim, tanto proposta de medidas mais contundentes que arrecadem recursos para uma rápida expansão dos sistemas de transportes públicos, quanto medidas que desestimulem e até proíbam em certas condições o uso de carros em determinadas áreas da cidade devem ser pensadas e discutidas. Elas vão estar no centro da agenda política da próxima disputa eleitoral.

Debate “Propostas para a Mobilidade Urbana” – dia 29/04/2008
apresentacao-mobilidade-29_04_2008

One Comment leave one →
  1. Sandra Costa de Oliveira permalink
    08/05/2009 14:15

    Muito interessante este pequeno artigo sobre transporte. Diante de tantas alternativas que ja foram criadas e quase sem resultados penso que a Carona Solidária ainda é um dos caminhos mais inteligentes e baratos para podermos tentar minimizar a grande quantidade de veículos que trafegam todos os dias pelas avenidas e rodovias das grandes capitais brasileiras.
    Deveriamos fazer um grande movimento em prol da CARONA SOLIDÁRIA, tenho um amigo que fez um site bem bacana vale a pena trocarmos figurinhas.
    Att
    Sandra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: