Skip to content

Padrões de consumo

A idéia é partirmos das diferentes campanhas hoje existentes – do saco de plástico do supermercado ao descarte da pilha, do despejo do óleo utilizado na cozinha à troca de lâmpadas para aumentar a eficácia energética – discutindo como elas podem ser alavancadas por uma intervenção política geral, impulsionadas por um processo integrador que crie um ambiente mais favorável à todas elas.
Embora esta seja uma temática específica, dialoga com alguns outros problemas, como os resíduos sólidos e a educação ambiental. Nenhum programa que pretenda generalizar a reciclagem e estendê-la para o conjunto do município de São Paulo será eficaz sem uma revolução da consciência ambiental da população. Estamos falando exatamente do desenvolvimento de uma consciência cidadã, capaz de fazer frente a hábitos arraigados por décadas, mas que já vem mostrando seu caráter destrutivo.

3 Comentários leave one →
  1. Carla Cosentino permalink
    20/07/2009 21:57

    Na verdade não é um comentário, mas sim uma pergunta.
    A maior parte da população dos centros urbanos sabem o que se deve fazer e como fazer para ter uma melhora na qualidade de vida agora e futuramente, mas existe um “deixa que o vizinho faz” que não gera resultados nem mudança nos hábitos da população, O que gera esta apatia e descaso da população sobre a mudança de hábitos como a reciclagem ?
    Será a má qualidade de vida que os força a buscar apenas o dinheiro para ter um “futuro com qualidade de vida” ou simplismente a falta de interesse e comodismo? ou ambos, todas alternativa acima, rsrsrsr
    Por favor comente um pouco sobre a atutude da população em relação às atitudes e mudanças a serem feitas.
    Se puder me responder por e-mail agradeço!

  2. Taís Rosa de Lima permalink
    06/03/2011 22:56

    Eu não acho que a maioria da população sabe o que fazer para melhorar sua qualidade de vida. Vide as ruas da cidade, cheias de lixo, jogado por grande parte da população, que não tem consciência e educação suficiente nem para realizar um gesto básico e sensato que é jogar um simples papel no lixo.
    E eu não estou dizendo isso é feito como um ato deliberado de agressão ao meio ambiente, mas que grande parte foi “acostumada” a agir assim, que esse tipo de atitude é considerado normal em nossa sociedade, já que a maior parte da população NÃO foi educada para agir de modo diferente.

  3. André permalink
    07/03/2011 0:26

    Não podemos imputar a população a responsabilidade sobre o lixo que é produzido, embora pareça estranho, por diversas razões, uma delas ja foi mencionada acima, pela falta de Educação, seria ingênuo pensar que é a educação doméstica. O lixo produzido é um problema econômico que precisa ser resolvido politicamente, já que para os economistas falta tempo,recursos, e capacidade necessária para se chegar a uma solução em tempo hábil. Para isto é necessário que a Educação se ocupe tb com a formação política dos alunos. A Constituição Federal dá os caminhos para a defesa do ambiente, trata da obrigatoriedade da “Educação Ambiental”, que pra mim é tb educação política, mas falta aos Princípios Constitucionais o respeito necessário da “sociedade”, de maneira geral. A industria deve assumir a responsabilidade pelo que ela produz, inclusive o lixo, não vejo outra solução, isto tb deveria interessar a ela. O consumidor pouco pode fazer de imediato, senão nada, afinal, ele está sendo forçado a viver culturalmente de forma isolada, sendo influenciado a consumir sempre mais. A não ser que este consumidor se “rebele” contra a industria e crie um movimento político pelo qual ele exija, de preferência de forma legal, mudanças no modo de produção industrial, o que a curto prazo deve ser tb pouco provável porque depende de mobilização política, fiel a estes propósitos. As escolas são para isto um dos instrumentos mais importantes, desde que os professores tb tenham a capacidade de entender quais os meios juridicamente disponíveis, pelos quais os interessados poderão reivindicar o ambiente ecologicamente equilibrado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: