Skip to content

Polícia reprime ciclistas durante ato da Pedalada Pelada em SP; quatro são detidos

13/03/2010

Daniela Alarcon*
Especial para o UOL Notícias
Em São Paulo
Atualizada às 21h35

A terceira edição da Pedalada Pelada (versão nacional da World Naked Bike Ride), realizada neste sábado (13), em São Paulo, terminou com a detenção de ao menos quatro ciclistas. Segundo estimativas da Polícia Militar, 80 pessoas participaram do ato, entre participantes com roupas de banho e alguns completamente nus.
Por volta das 16h, quando os ciclistas encontravam-se na rua Avanhandava, região central de São Paulo, um deles, identificado apenas como Afonso, foi detido pela polícia por desacato. Outro participante, identificado como Gustavo também foi preso. Ele acusa a polícia de ter arrancado sua bermuda à força e de ter agido com truculência ao colocá-lo no camburão.

O sargento Fernando Benedito de Souza afirmou por telefone ao UOL Notícias que o manifestante foi detido porque tentou derrubar um policial chutando sua moto. Os demais ciclistas teriam então cercado o carro da PM no intuito de liberar os rapazes. Neste momento, o sargento afirma que a polícia agiu “com força moderada” e fez uso de spray de gás de pimenta e de cassetetes para “conter os mais exaltados”.
Duas outras ciclistas, Laura Sobenes Sono e Talita Noguchi, também foram levadas para a delegacia e foram autuadas por ato obsceno. De acordo com Noguchi, no momento da detenção, a jornalista Renata Falzoni e a ciclista Sarah Elizabeth, que estavam próximas ao local, foram ameaçadas de atropelamento pelos policiais. “A manifestação deveria ter sido apenas na avenida Paulista, como combinado previamente, mas o acordo foi desrespeitado”, disse o sargento. “A intenção de alguns era causar polêmica.”

“O desfecho da manifestação vem justamente confirmar a mensagem que a gente queria passar: de que o ciclista está exposto a um trânsito e a políticas públicas de mobilidade obscenas. A violência contra o ciclista é diária”, disse Talita Noguchi, 23, estudante de história da Universidade de São Paulo.
A World Naked Bike Ride é um protesto pacífico que acontece em dezenas de cidades do mundo. Seu principal objetivo é defender a inclusão do uso de bicicletas nas políticas de transportes da cidade, além de denunciar a poluição causada pelos automóveis e o aumento do número de mortes no trânsito na capital.
*Com informações de Gabriela Sylos, do UOL Notícias

Anúncios
12 Comentários leave one →
  1. ecourbana permalink*
    13/03/2010 22:30

    Em breve, a versão do sargento Fernando Benedito de Souza será desmontada pelo Ecologia Urbana e demais participantes, por meio de seus vídeos e fotos!
    Polícia desprepada. Policia mal intencionada.

  2. ogum777 permalink
    13/03/2010 23:08

    será o benedito?

    pois a PM continua mostrando seu despreparo. hoje o centro da cidade ficou às moscas, pois a PM só ficou caçando ciclistas.

    ah, deus, quando é que finalmente termos uma polícia que proteja o cidadão?

  3. ecourbana permalink*
    13/03/2010 23:52

    Pessoal, esse comentário foi feito por um ciclista, no site da UOL.

    “A manifestação deveria ter sido apenas na avenida Paulista, como combinado previamente, mas o acordo foi desrespeitado”, disse o sargento.

    — Como “o acordo foi desrespeitado”? Com quem o sargento fez o tal acordo, se a manifestação não tem organizadores e tudo era decidido na hora? Estão tentando justificar a truculência com um suposto acordo que não existe. Pede pra ele dizer com quem fez esse acordo… ninguem estava sabendo de acordo nenhum.

    E outra, segundo quem estava por perto, o tal Gustavo foi preso de bermuda, ele não estava nu. O engraçado é que ele chegou na delegacia sem roupa nenhuma. Mágica? Ou ordens de prender alguém, para dar o exemplo? Se não conseguissem flagrar um ciclista nu, deveriam inventar um? Tanto que as duas meninas, Laura e Talita, foram ao DP para testemunhar que o Gustavo não estava nu quando foi detido, mas na delegacia foram acusadas de estarem nuas “na Paulista”. Na Paulista?? Ué, não disseram que a manifestação foi fora da Paulista? A PM diz qualquer coisa, a imprensa aceita e repete. A PM inventa, a imprensa acredita. Afinal, a versão oficial é a dos homens de farda..

    “A intenção de alguns era causar polêmica.” – acho que o sargento não entende muito bem o que é uma manifestação: o objetivo de uma manifestação É causar polêmica!

  4. 14/03/2010 12:30

    Opa!

    Por favor, qual o link da matéria no UOL?

    Gentileza inserir aqui no Eco o crédito “panopticosp” e link da foto:
    Pedalada Pelada 2010

    Abçs,
    Marcel

  5. Bruno permalink
    15/03/2010 17:52

    Boa Tarde!
    Gostaria de dizer que o Sr. Afonso realmente agrediu o Policial sem motivo; estava atrás dele e vi quando ele se jogou sobre a moto do policial iniciando uma briga; o policial não reagiu e solicitou reforço pelo rádio.
    Eu mesmo pedi desculpa ao policial pela agressão verbal e retiramos o Sr.
    Afonso do local, porém o mesmo retornou agredindo fisicamente o policial. E que neste momento reagiu com ignorância junto aos demais policiais agredindo (e utilizando o spray de pimenta) não só o Afonso como todos a sua volta, sem distinção.

    Logo depois os policias o colocaram dentro da viatura e partiram com muita agressividade quando atingiram intencionalmente uma ciclista e mesmo com a bicicleta presa junto a viatura continuaram a acelerar o veículo assumindo o risco de atropelar os demais ciclistas.

    Não estou defendendo nenhuma das partes, mas na minha opinião o Sr. Afonso deve ser indiciado junto com os policiais que o prenderam, pois ambos agiram com extrema agressividade, contrariando o propósito do manifesto que era unicamente de fins pacíficos.

    Já referente ao Sr. Gustavo, não sei de quem se trata, mas se for um que estava de peruca laranja, tenho fotos provando que o mesmo estava devidamente vestido com a bermuda que foi informada anteriormente.

    Obrigado

  6. Paulo permalink
    15/03/2010 23:00

    Sou ciclista, pedalo em São Paulo e gostaria que me explicassem uma coisa.
    Por que pedalar pelado?
    Isto é coisa de vagabundo que não tem o que fazer, sem vergonhas e marginais.
    Garanto que metade que participa destes atos são a favor da liberação da maconha e coisas parecidas, tem que ser preso sim, apanhar sim.

    Ciclista profissional.

  7. 16/03/2010 8:22

    Hahaha! “Vagabundo que não tem o que fazer”… Eu não tinha mesmo o que fazer num SÁBADO, já que só trabalho em dias úteis.

    Para entender o porquê de pedalar pelado, leia: http://j.mp/aiI7IV

  8. ecourbana permalink*
    16/03/2010 10:28

    Caro “ciclista profissional,”

    espero que a expliação postada no link do Willian o tenha ajudado a compreender e RESPEITAR o movimento.
    Talvez o fato de ser “ciclista profissional” o tenha afastado da vulnerabilidade a que o “ciclista não profisisonal”está exposto na cidade.

    Quanto à qualificação dos cicloativistas que pedalaram nus, creio que o evento seja realizado no sábado exatamente para que todos aqueles que trabalham (deslocando-se em bicicletas, inclusive, pela cidade) possam comparecer.

    Acho curiosa a comparação com a liberação da maconha, outro tema a ser discutido por trás do verniz do sinismo político (e policial) em que estamos inseridos, e nao por palpites, como os que o sr. usou para terminar seu comentário incitando mais violência.

    Saia das pistas. Venha pra rua. Com ou sem roupa, venha ser cidadão aos finais de semana, “ciclista profissional.”

  9. 16/03/2010 11:50

    Fazia tempo que não lia um comentário tão enfezado.
    Entendo que deve ter feito bem para o “ciclista profissional” botar as merdas para fora, alivia.
    O estranho, quase nojento, é fazer isso num ambiente público. Faltou educação para o rapaz.

  10. André permalink
    22/03/2010 10:22

    Profissionalmente falando o profissional mente. O mais engraçado é que a resposta mais comum no nível do senso comum é chamar de vagabundo e sem o que fazer. Você deve ter muito o que fazer, caro Paulo, pois pelo visto anda faltando o tempo de se INFORMAR e, pelo menos, fazer críticas mais consistentes.

    Ogum777, polícia protege propriedade privada, ele vai defender o cidadão na medida em que ele possuir dessa iguaria.

  11. Beto permalink
    12/05/2010 0:37

    Vamos fazer manifestações e etc… mas para que sair pelado na rua?

  12. 12/05/2010 2:28

    Beto,

    sair pelado é só uma forma de fazer manifestações, desde que lady godiva fez isso no século XI en coventry, protestando contra o aumento de taxações. outras fomras foram tentadas, mas essa é uma das que mais faz efeito. protesto é (des)ordem, protesto que não incomoda não é protesto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: