Skip to content

Velocidade média do trânsito de SP cai para 15 km/h

06/03/2010

da Folha de S.Paulo
http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u702406.shtml

Comparação:

A bicicleta tem neste contexto um papel muito importante porque sua velocidade (média de 15km/h) está entre a velocidade de um automóvel (média de 25km/h em cidades grandes) e do pedestre (4km/h). Nesta batalha por espaços a bicicleta é o elemento técnico do trânsito que abre caminhos para pedestres e outros não-motorizados.

Qualquer proposta ou projeto que vise melhorar as condições de conforto e segurança para ciclistas deve levar todos em consideração, principalmente os não-motorizados. Pensar a bicicleta isoladamente é contraproducente até para a segurança do próprio ciclista, além de provavelmente levar a um confronto com quem deveria ser aliado: os outros não-motorizados. Mais do que nunca vale aqui “a união faz a força”.

Fonte:  a bicicleta como modo de transporte

http://www.escoladebicicleta.com.br/sociedade.html

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Humberto permalink
    10/03/2010 10:26

    Deviamos criar “passarelas” para bicicletas

    seria o equivalente do que os viadutos são para os carros: Pistas suspensas por cima do trânsito; Mas é claro que um “viaduto” para bicicletas seria uma obra muito mais modesta financeiramente, e de menor impacto visual;

    inclusive poderiam ter um impacto visual bonito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: