Skip to content

Carona Solidária – teste 1

15/02/2009

Por João Paulo

Em Belém do Pará, durante o Fórum Social Mundial, soube de muita gente que conseguia andar pela cidade pegando carona com os belemenses. Então pensei, por que não tentar pegar carona em São Paulo? Nos últimos dois fim de semanas tenho feito esse teste.

Hoje andei pela Avenida Brasil de São Paulo, da Av. Rebouças até a Av. 9 de Julho, com a intenção de voltar para casa. No caminho, levantei uma placa escrito “Carona Solidária” e atrás “Prazer em Conhecê-lo(a)”. Achei que ajudaria a transmitir confiança…

Com a segunda mensagem tinha a intenção de, após mostrar a primeira mensagem, insinuar que a carona serviria como um momento também para se conhecer, conversar e até mesmo formar redes sociais. Seria como fazer um furo na bolha em que o motorista vive (carro). Para ser sincero mal consegui usar a segunda mensagem, pois não dava tempo de virar a placa com os veículos passando em alta velocidade.

Embora não tive êxito na carona (após 1 hora andando), passei por situações no mínimo curiosas. A maioria simplesmente ignorou, geralmente acompanhado de uma cara fechada e, em alguns casos, irritada. Já outros se mostraram assustados, como se eu fosse uma ameaça frente às máquinas de 1 tonelada. Maioria dessas personalidades estava em carro de luxo.

Fui esperançoso em alguns momentos, quando alguns motoristas respondiam (com a janela fechada!) que o carro estava cheio, ou fazia cara de “perdão, mas nada posso ajudar”. Me senti como uma pessoa pedindo dinheiro e recebendo aquela velha e falsa resposta: “estou sem trocado”, quando na verdade a pessoa está dando uma desculpa esfarrapada para não “ficar chato”.

Para os que se demonstraram mais simpático apelei para o discurso do espaço ocupado pelo carro. Dizia que tinha 4 vagas sobrando no carro, mas nem assim consegui sensibilizá-los. Acabei meu passeio correndo na chuva para o ponto de ônibus.

TESTE 1 – FRACASSADO (Duração: 1 hora)

Agora… E você? Daria carona para um homem segurando uma faixa?

Anúncios
10 Comentários leave one →
  1. 16/02/2009 10:40

    Se estivesse passando por lá com meu eco-taxi daria a carona com certeza.

    Abraços

    André Pasqualini

  2. Regina Egger permalink
    16/02/2009 10:53

    Jp que triste. Estava na expectativa e esperançosa que pelo menos algum(a) motorista se sensibilizaria e sacaria a proposta da carona, que é muito bacana por sinal. Mas não desista! Sugestão, pruma próxima vez tentar bairros mais “bairros” mesmo, vamos ver se a impessoalidade da cidade está caracterizada por pontos locais (paulista e consolação, muito transito, muita gente com pressa, etc.). Quem sabe na Penha, em Santa Cecília, ou mesmo em Pinheiros, as pessoas vejam a proposta de jeitos diferentes… Abraço!

  3. zecopol permalink*
    16/02/2009 11:25

    É o medo galera, o medo, como disse o Thiago Benichio no Forum Sociao Mundial, está muito presente na psicque da cidade, mais medo em relação ao patrimônio que à vida, mas enfim, JP, parabéns pela coragem de vencer esse sentimento criado artificialmente pelos programas tipo “cidade alerta” da vida.
    Ficar pedindo carona em sampa soa tão estranho quanto uma pessoa que tem como comprar um carro usar a bike como meio de transporte.
    Pela esperança, abraço, Zé

  4. 16/02/2009 11:48

    Oi Regina, com certeza é válido diversificar os pontos, mas minha proposta é que consiga fazer isso na minha rotina, em um processo bem natural.
    Ou seja, a idéia é que eu tente andar sempre que possível com esse cartaz no bolso, e quando estiver fazendo meu trajeto a pé para algum destino, eu aproveite para pedir carona. Então isso vai variar conforme meu destino.

    Mas com certeza é válido fazer de fato um teste em diferentes pontos da cidade.
    Valeu Zé por complementar, e valeu André por se dispôr a dar carona – se eu te encontrar na rua vou cobrar, hein?! rsrs

    Abraços

  5. 16/02/2009 11:50

    Poxa, que pena que não rolou! Dentro das grandes cidades, só carona combinada dá certo. Mas legal a sua experiência!
    Abraços

  6. Fabio Cunhaa.net permalink
    26/02/2009 1:00

    heheheh
    gostei da iniciativa um tanto quanto inusitada. Acredito que a maioria das pessoas que te ignoraram estavam com aquele medo gerado pelos grandes indices de violência das cidades grande. Na verdade acho q te faltou um parte de belos seios e pernas expostas rsrsrsrs. Mas é engraçado isso, se nao dao carona por medo, se fosse uma mulher sera q teria o mesmo azar q o seu???
    Falando em carona, em Florianopolis é comum o uso da carona para se locomover para as partes mais afastadas da cidade, eu vivenciei e ate dei carona pra uma gatinha loirinha e de olhos azuis =)

  7. Flávio permalink
    27/11/2009 10:52

    Alguém sabe se existe algum programa de carona solidária em pontos

    de ônibus ?

  8. 09/06/2010 0:00

    em seu interessante experimento parece que a questão ‘confiança’ influenciou negativamente no resultado.

    felizmente acho que este é um problema na qual o tempo trouxe uma solução: hoje em dia temos diversas soluções que poderiam ser usadas para estabelecer confiança numa possível carona: redes sociais, comunidades virtuais, sistemas de rating (tipo mercado livre), etc. Certamente sua chance de sucesso seria bem maior se o motorista soubesse que vc é amigo de um amigo dele.

    Comecei a desenvolver uma solução baseada neste conceito. conheçam meu site: http://www.tipcar.com.br – uma rede social para caronas.

  9. ecourbana permalink*
    12/06/2010 0:31

    Olá Alexandre,

    Agradeço o comentário e a sugestão.
    Acontece que já acompanhei de perto inúmeras iniciativas de sistemas de carona online, e todos cairam no problema de desuso do sistema no médio/longo prazo, pois ainda não há a cultura e a visão de benefícios ao se dar carona. Cabe a iniciativas, como a sua, trabalhar massivamente na criação dessa cultura e sensibilização da população para a proposta, além da compreensão de que fazer isso é vantajoso.

    De toda forma, parabéns pela proposta e sucesso!

    João Paulo

  10. Sandra Cristina permalink
    03/10/2012 12:48

    Gostaria de implantar esse sistema dentro do condominio, para facilitar a vida dos moradores? como pode ser feito?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: