Skip to content

Mutirão do Lixo Eletrônico: Dia 30 de outubro em todo o Estado de São Paulo

22/10/2008

Projeto divulgado pelo Departamento de Atividades em Educação Ambiental da Secretaria de Estado do Meio Ambiente

Celulares, baterias e pilhas recarregáveis sem utilidade serão recolhidos em campanha da Secretaria do Meio Ambiente

Quando um celular, uma bateria ou uma pilha recarregável deixa de ter utilidade, o que é que deve ser feito? Essa dúvida paira na cabeça de milhares d  brasileiros, que por não saberem onde descartar estes materiais, acabam depositando-os em lixos comuns que vão para os aterros de
resíduos domiciliares. É aí que começa o problema: a destinação inadequada do lixo eletrônico, ou “e-lixo”, pode causar a contaminação de rios e reservatórios, do solo, além de trazer danos à saúde humana.

A questão da destinação correta do e-lixo é o que a Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo quer abordar, no dia 30 de outubro, quando realiza o “Mutirão do Lixo Eletrônico”. Prefeituras municipais de todo o Estado vão receber urnas para a coleta do lixo eletrônico e empresas de diversos segmentos também vão atuar como parceiras no Mutirão, coletando o e-lixo, incentivando e divulgando a ação aos seus funcionários.  Na capital, a população poderá trocar o lixo eletrônico por mini-coletores
para serem utilizados em casa ou no trabalho.

A iniciativa vem em boa hora, justamente quando o Brasil já superou a marca dos 120 milhões de celulares no país e os computadores passaram a casa dos 30 milhões e são substituídos cada vez mais rápido por máquinas mais
modernas.

O Mutirão também vai abordar a questão da reciclagem, já que muitas substâncias contidas em um equipamento eletrônico podem vir a ser reutilizadas, em vez de descartadas. De um quilo de celular, por exemplo, pode-se reaproveitar de 100 a 150 miligramas (mg) de ouro, 400 a 600 mg de prata, 20 a 30 mg de paládio, 100 a 130 gramas (g) de cobre e 200g de plástico. Ou seja, o e-lixo também pode significar fonte de renda associada
à preservação ambiental.

Todas as informações sobre o Mutirão, assim como dados sobre o e-lixo e
promoção cultural, estão disponíveis no hot site da campanha:
http://www.ambiente.sp.gov.br/mutiraodolixoeletronico

Contamos com a colaboração de todos os interessados para o sucesso deste Mutirão e ao manifestar interesse na participação:

1) Pedimos as seguintes informações com urgência:
Nome da pessoa responsável pelo recebimento da urna coletora
Endereço completo para envio da urna coletora – Favor incluir CEP e
telefone para contato.
Informar a possibilidade de recebimento do material no sábado

Essas informações serão repassadas para a empresa responsável pela coleta
de material, por isso pedimos a máxima urgência.:

2) As faixas e os cartazes do Mutirão do Lixo Eletrônico já estão à
disposição dos interessados.
Para que possamos separar e disponibilizar o material aqui na sede da SMA
entre em contato com

Endereço: Avenida Professor Frederico Hermann Jr. 345 – 1º andar- Assessoria
de Comunicação
Alto de Pinheiros – São Paulo – Tel: 11-3133-4174 (Guimar) / 3133-3377 (Ana)

Para cadastrar a programação para a data, acesse
http://www.cetesb.sp.gov.br/mutiraodolixoeletronico/evento.asp.
Sobre o Mutirão
O Mutirão do Lixo Eletrônico integra o Projeto Ambiental Estratégico
“Mutirões Ambientais” da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São
Paulo. Desde setembro do ano passado, o projeto já realizou cinco mutirões
– Mutirão Verde (plantio e conservação de árvores), Mutirão Ambiental
(“evite sacolas plásticas”), Mar Limpo (recolhimento de resíduo sólidos no
mar), Mutirão Azul (uso racional da água) e Mutirão da Carona (uso racional
dos veículos e redução da poluição atmosférica).

Alguns dados sobre o E-Lixo:

–         No lixo eletrônico é possível encontrar substâncias tóxicas
como chumbo, cádmio, arsênio e mercúrio (Fonte: SBPC);
–         Todos os anos são gerados 50 milhões de toneladas de
resíduos eletrônicos no planeta (Fonte: CDI);
–          Um celular tem um tempo médio de vida de 18 meses (Fonte:
Vivo);
–         O Brasil já possui 122 milhões de celulares. São 64
aparelhos para cada 100 habitantes. (Fonte: Anatel);
–         A cada segundo, 23 celulares são fabricados no mundo.
(Fonte: Motorola);
–         Um chip eletrônico exige 72 gramas de substâncias químicas
e 32 litros de água para ser produzido. (Fonte: CDI););
–         A cada quatro anos, as empresas substituem os seus
computadores. Nos domicílios, levam-se cinco anos para trocarem esta
máquina (Fonte: Abinee);.
–         Estima-se que 40% das pilhas comuns vendidas no Brasil
sejam falsificadas. (Fonte: Abinee).

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: