Pular para o conteúdo

Braço do Guarapiranga é esgoto puro

17/10/2008

Em 5 anos, peixes do Rio Embu-Mirim deram lugar a um mar de lixo; Sabesp deve investir R$ 43 milhões até 2012

Marici Capitelli, O Estado de S.Paulo, 28 de setembro de 2008

Moradores do M’Boi Mirim, bairro da zona sul de São Paulo, estão pedindo socorro para salvar várias vidas: a do Rio Embu-Mirim, de seus peixes e de todos os bichos e aves que vivem nas suas margens. Embora seja um dos principais rios que deságuam na Represa do Guarapiranga – que abastece 3,8 milhões de pessoas -, está completamente poluído e abandonado.

Há cinco anos, ainda era fonte de pesca, contam os pescadores da região que, nessa época, chegavam a retirar 100 quilos de pescado em uma única noite. Hoje, é só sujeira e mau cheiro.

O lançamento de esgoto sem tratamento e a falta de conscientização ambiental causaram a tragédia do rio. Em seus 5.048 metros de extensão, de Itapecerica da Serra até a represa, recebe dejetos de 200 mil habitantes, segundo a Sabesp.

Nos pouco mais de 2 quilômetros na zona sul da capital ainda é possível ver marrecos, quero-queros, galinhas d’água, capivaras, lontras, ratão do banhado e outros animais que resistem em meio ao esgoto formado por garrafas pet, sacos de lixo, pneus e todo tipo de sujeira.

“É duro ver esse rio morrer todos os dias”, diz Antonio Ceccato, de 48 anos, o “guardião” do Rio Embu-Mirim. Com sua canoa de fibra e madeira, que a comunidade chama de “barco do Tonho”, ele percorre o rio de uma ponta a outra desde que era criança.

RESPONSABILIDADE

Desde que o esgoto começou a cair na represa com mais intensidade, os moradores dizem que procuraram Sabesp e Prefeitura, sem resultado. “Um joga a responsabilidade para o outro, mas nenhum deles se une a nós para acabar com a poluição e fazer um trabalho de conscientização”, diz Ceccato.

O superintendente da Unidade de Negócios Sul da Sabesp, Roberval Tavares Souza, diz que as ocupações desordenadas em volta das Represas do Guarapiranga e Billings são a grande causa da poluição do rio. Combater essas invasões é uma das estratégias para a recuperação do Embu-Mirim e da Bacia do Guarapiranga, onde mora 1 milhão de pessoas.

Yara Toledo, presidente da SOS Manancial, confirma que o Embu-Mirim, apesar da importância para a Represa do Guarapiranga, foi negligenciado nos últimos anos. “O rio foi bastante discutido na época das audiências públicas do Rodoanel, mas a preocupação foi maior com outros tipos de impactos ambientais, como o da vegetação.” O Embu-Mirim passa por um trecho do Rodoanel Sul, perto da Rodovia Régis Bittencourt.

A comunidade quer o fim do lançamento do esgoto, a reurbanização das favelas nas imediações e a criação do parque Embu-Mirim na várzea do rio. Os moradores se propõem a preservar o parque, numa parceria com os órgãos públicos.

QUATRO ANOS

A Sabesp garante que, daqui a quatro anos, o Rio Embu-Mirim estará livre de poluição. Segundo Roberval Tavares Souza, da Unidade de Negócios Sul da companhia, até 2012 serão investidos R$ 43 milhões em obras para tratamento e coleta de esgoto.

De acordo com ele, nas cercanias do rio moram 400 mil pessoas; metade tem esgoto coletado e levado para a estação de tratamento em Barueri. Uma das obras em andamento é o coletor-tronco Embu-Mirim, que vai captar o esgoto de Itapecerica da Serra – cidade de 65 mil habitantes, onde o rio nasce e onde não há coleta de esgoto – e de parte de Embu. “Não dá para afirmar que todo o esgoto vai para o rio mas, como não há tratamento, é possível que isso ocorra”, diz o diretor de Meio Ambiente de Itapecerica, Marco Antonio Galan.

A despoluição total da Bacia do Guarapiranga é uma meta para 2014.

About these ads
2 Comentários leave one →
  1. Ricardo Padula Link Permanente
    20/01/2011 19:21

    O sistema de esgoto elevatório para tratamento em barueri da Sabesp na região da M`Boi Mirim está todo entupido, por isto o esgoto vai, há anos, direto para a represa. Um perito, isento, não ligado a empresa e nem ao governo do estado pode aferir isto.

  2. vera duke Link Permanente
    15/06/2011 23:19

    tipico do brasil sempre na merda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 77 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: